Monday, 7 November 2011

Maratona do Porto

Fui um dos que correram ontem a Maratona do Porto. Tal como seria de esperar, a prova não me correu nada bem. Acabei com o tempo de 4h43m56s com os musculos completamente "derretidos" e com grande sacrifício.
Este resultado é a consequência de uma fase em que não tenho treinado rigorosamente nada (a última vez que tinha corrido antes da maratona tinha sido no dia 26 de Setembro), pelo que o tempo alcançado e os sacrifícios por que passei não surpreendem.
Apesar disso, fiquei muito satisfeito por ter participado da grande festa que foi a Maratona do Porto e por ter conseguido terminar a minha 4ª maratona. Mais do que isso, gostei de ter terminado a Maratona do Porto sem ter experimentado a tenda da Cruz Vermelha, conforme tinha sucedido nos últimos 2 anos!

Nos próximos dias desenvolverei o assunto.

12 comments:

Carlos Alexandre said...

parabéns Paiva

Mark Velhote said...

Olá Miguel,

Desta vez fiquei do lado de fora a ver o desfile dos guerreiros!

Também foi bastante motivador e senti novamente vontade de marcar presença para o ano que vem.

Vi que o teu passada era conservadora QB para garantir que chegasses ao fim sem visitar a tenda dos teus amigos da CV! LOL

Uma maratona é isso mesmo. Administrar as forças para chegar ao fim "inteiro" e a cada maratona que fazes ganhas mais experiência.

Parabéns e 1 forte abraço
Mark

Anonymous said...

Miguel
sem treinos correr e acabar uma maratona não é para todos, parabéns.
Abraço,
António Almeida

MPaiva said...

Muito obrigado, Carlos!

abraço
MPaiva

MPaiva said...

Mark,

Gostei de te ver, mas, confesso, gostava mais de te ter visto "do lado de dentro" da prova.
Nas condições em que fiz esta maratona aprendi mesmo bastante e, também por isso, gostei muito de ter passado pela experiência.
Obrigado pelo apoio durante a prova e pelas palavras de incentivo!

abraço
MPaiva

MPaiva said...

António,

Obrigado pelas palavras (de corredor)!

abraço
MPaiva

Jorge Branco said...

Se acabar uma maratona já não é nada simples então sem treinos nem digo nada!
Eu que até tenho treinado não tinha coragem para isso!

luis mota said...

Olá Miguel!
Gostaria de ter estado contigo no Porto, pois sagramo-nos Maratonistas no mesmo dia, na mesma prova. Mas como Maratonista é Maratonista, foi corajosa a tua participação.
Boa recuperação e até um dia destes!
Luís mota

joaquim adelino said...

Olá Miguel, enalteço aqui o espírito de sacrifício vivido durante quase toda a prova. Quando me cruzei contigo quando ias a caminho da marca da Meia Maratona ainda te chamei, vi que já seguias em grandes dificuldades e considerei natural a concentração que levavas e não veres nem ouvires mais nada para além da tua progressão.
Foi uma prova e um duro teste para ti mas felizmente tudo terminou em bem. Um abraço e boa recuperação.

MPaiva said...

Jorge,

Eu vou explicar num dos próximos posts, mas a minha participação nesta Maratona do Porto teve um lado louco, mas quem fica infectado por este bichinho tem muita dificuldade em fugir-lhe!

abraço
MPaiva

MPaiva said...

Luis,

Também tive muita pena de não nos termos encontrado. Ainda perguntei por ti ao Fernando Andrade, poucos minutos antes da partida, mas acabei por não te ver. Curiosamente, cruzei-me com a Susan junto ao Edifício Transparente, mas ela não me viu...
Quanto à minha participação, digamos que foi... diferente! De qualquer forma tudo acabou bem e fiquei muito contente por ter decidido ir.

abraço
MPaiva

MPaiva said...

Joaquim,

Foi com grande pena que não encontrei o meu amigo para lhe dar o prometido abraço.
Peço desculpa por não ter respondido à saudação, mas não o vi em nenhuma das vezes que nos devemos ter cruzado (em Gaia ou na ida ao Freixo).
As circunstâncias em que participei nesta prova foram muito adversas pelo que acabei por andado um pouco arredado.
Espero que nos possamos encontrar brevemente!

abraço
MPaiva

 
Free counter and web stats