Monday, 5 November 2012

(Ainda) a Maratona do Porto - Algumas conclusões

Pessoais

1.- O resultado alcançado é o segundo melhor das 5 maratonas que conclui. O melhor ainda é aquele que consegui na segunda experiência na distância (em 2009), mas este ficou-lhe bastante perto.
2.- Apesar de não ter batido o meu record pessoal, fiquei muito satisfeito pelo resultado final, pois consegui atingir 3 dos 4 objectivos que tinha: acabei; acabei bem e fiz a segunda metade mais rápida do que a primeira. Para ser perfeito teria de ter baixado das 3h30m!
3.- Gostei muito de preparar esta maratona. Consegui dedicar-me com empenho ao "projecto", senti a minha forma evoluir ao longo dos 3 meses e, no dia, as coisas correram conforme era suposto.
4.- Depois desta experiência bem sucedida, sinto que poderei dar um passo em frente na minha relação com a maratona. Quando voltar a conseguir mobilizar a disponibilidade necesária, tentarei fazer uma preparação ligeiramente mais longa (14 a 16 semanas) e uma gestão da prova de forma mais "normal", ou seja, não me exigindo uma contenção tão grande no início, nem um esforço tão forte na segunda metade.
5.- O apoio do meu irmão durante a prova foi excelente! Para além do conforto de sabermos ter alguém por perto, ajuda muito ter o gel na hora própria e a presença ao nosso lado na fase crítica. Para ele, o meu obrigado!

Sobre a prova em si

6.- A Maratona do Porto é, hoje, mais do que uma mera prova de atletismo. É uma festa com uma vertente desportiva, social e económica fortíssima na cidade do Porto.
7.- Uma das coisas mais notórias neste ano (no ano anterior já se tinha sentido) foi a presença de muitos estrangeiros a correr a prova. É bom para o nosso ego colectivo ver este interesse na "nossa" prova e é bom para a nossa economia.
8.- Tal como tinha previsto no post em que falei do assunto, o novo percurso comprovou ser mais interessante para os atletas. Gostei especialmente de passar pelo "interior" da Ribeira, de não precisar de ir até ao Freixo e de terminar sem o apêndice da ida à Rotunda da Anémona.
9.- Naquilo que me tocou enquanto atleta, a organização esteve excelente. Desde o processo de inscrições, de acompanhamento on-line, da Expo Maratona, da prova em si, tudo me pareceu irrepreensível. Este resultado, num evento desta dimensão merece um forte aplauso, pois só foi conseguido pela existência de uma estrutura competente que o colocou de pé.
10.- Apesar de já começar a haver algum apoio do público concentrado em determinados locais, ainda estamos longe daquilo que seria desejável, que era ter mais gente a aplaudir os atletas. A organização tem feito um grande esforço, com a contratação de bandas, por exemplo, mas há ainda muito caminho a percorrer.

1 comment:

Mark Velhote said...

Olá Miguel,

Parabéns! Gostei de rever-te e constatei que ias muito bem quando me cruzei contigo !

Deixo-te aqui um desafio que encaixa perfeitamente nessas 14-16 semanas que falas: Sevilha!

Fica tb o desafio ao nosso Ultra Meixedo (se bem que ele agora faz 42K ao pequeno almoço)

1 abraço
Mark

 
Free counter and web stats