Tuesday, 24 March 2009

Mais um treino...

Esta fase de recuperação da lesão é muito desagradável. Há uma parte que é menos má, que é o facto de podermos correr, mas há outra que fica no extremo oposto, que é a dificuldade em fazê-lo a um nível satisfatório.

Depois de ter falhado, por dificuldades de gestão da minha agenda diária o treino que estava aconselhado para o meio da semana, fui fazer os meus 10 Km de domingo. O tempo estava fantástico e o local era o do costume, que nesta altura do ano, começa a ser extremamente frequentado: a marginal Vila do Conde-Póvioa de Varzim. Às 09.30h lá estava eu a lançar-me ao asfalto para cumprir o percurso que liga o Castelo de Vila do Conde às Piscinas Municipais da Póvoa de Varzim. Fiz os 10 Km do percurso em 50 minutos e uns segundos, acabando com o mesmo cansaço da passada semana, apesar de saber ter andado a "arrastar". Tal como disse no post anterior, a sensação de necessitarmos de um grande esforço para conseguir aguentar um ritmo que poucas semanas atrás faziamos "a brincar" deixa-nos tristes. O contraponto é poder fazer a corrida, coisa que há alguns dias nem sequer nos era permitido. São sentimentos contraditórios, mas inevitáveis!

Bom, só para terem uma noção da extrema beleza do meu local de treino preferido, vejam lá que acabei a ser ultrapassado por um dos melhores meio fundistas europeus da actualidade: o Rui Pedro Silva. Ele e o seu companheiro de treinos ainda me tentaram aliciar a companhá-los, mas não deu... Pelas minhas contas iam a rolar a um ritmo na casa dos 3:50/4:00/Km, o que seria perfeitamente acessível há 8 semanas atrás (pelo menos para uns 5 Km)... É por estas e por outras que não ando lá muito contente!


PS - Ah, Quase que me esquecia de dizer que não senti dores ao correr! Apesar tive a certeza de que não estou completamente recuperado quando, no final do treino, fiz alguns abdominais...

6 comments:

luis mota said...

Olá Miguel!
Só teres a felicidade de correr já é importante.
Agora com o calor vais ver que vais melhorar significativamente.
Compreendo que é complicado ver tanta rapaziada a falar de provas.
Faço votos que melhores rapidamente.
Grande abraço,
Luís Mota

António Almeida said...

Amigo Miguel
percebo-te bem até quando dizes que pelo menos já podes correr, algo que há dias não podias fazer, só isso já é muito bom, o resto virá com o tempo, embora entenda que estejas algo triste pois vinhas a obter resultados de excelente nível.
Também eu ando com um fascite plantar que me tem feito condicionar os meus treinos mas estou animado porque pelo menos (com a redução dos treinos) não necessitei de deixar de correr.
Continuação de boa recuperação e boas corridas.
Grande abraço.

José Capela said...

Boas, Miguel

Desejo-te as melhoras o mais rápido possível, mas sempre com a paciência que uma lesão desse tipo exige.

Obrigado pelas tuas palavras de incentivo.

Abraço

José Capela

joaquim adelino said...

Amigo Paiva.
É sempre com satisfação que recebemos as boas notícias, as más, essas a gente separa porque não interessam. Continue com determinação e vai ver que daqui a pouco está a acompanhar aí esses ilustres companheiros da corrida.
Um abraço.

João Meixedo said...

há que ter calma, caor amigo; eu que nem sequer parei; apenas me limitei a treinar uma vez por semana, vi-me hoje aflito para terminar um treino de 16 km ao estonteante ritmo de 5:25min/km.
Como tudo na vida: subir custa muito, mas descer é num ápice.
Resta-nos a satisfação inerente à conquista.
Abraço e mantém a calma.

Anonymous said...

CORRER JÁ DEVIA SER,NESTE CASO, UMA DÁDIVA, MAS O NOSSO AMIGO É EXIGENTE...DEVAGAR SE VAI AO LONGE.QUANTO Á BELEZA DESSE LOCAL NÃO DUVIDO MAS QUE NÃO É O LOCAL APROPRIADO OU MAIS APROPRIADO, ISSO NÃO É. POLUIÇÃO NÃO FALTA E A DUREZA DO PISO TORNAM-NO MAU QUANDO AO DOMINGO DE MANHÃ OUTROS LOCAIS ESTARÃO AO DISPOR... F MARINHO

 
Free counter and web stats