Wednesday, 16 February 2011

Correr à noite

Quando o tempo é pouco e a vontade é muita, todos os minutos contam. Talvez esta seja a razão que justifique o facto de ter começado a fazer alguns dos meus treinos à noite.
Ontem, cerca da meia noite e trinta, lá me lancei ao asfalto para 70 minutos de corrida. O percurso habitual, na marginal entre Vila do Conde e Póvoa de Varzim, estava completamente deserto (não passou ninguém a pé por mim durante todo o tempo) e a agressividade do mar era de tal forma evidente, que não evitei uns salpicos de água salgada em alguns locais, isto para além de ter visto a água chegar à Avenida dos Banhos na Póvoa de Varzim. Tive ainda de lutar contra o forte vento na segunda metade do percurso, o que acabou por trazer uma componente "técnica" ao treino que não era esperada...
À parte as dificuldades do clima agreste destes dias invernosos, os treinos noturnos são excelentes, funcionando com uma boa alternativa para quem não tem tempo para correr durante o dia.

8 comments:

José Alberto said...

Olá Miguel,

A essa hora nunca corri. Pessoalmente tenho mais facilidade e disposiçao em me levantar às 5 ou seis da manhâ para ir correr.
Terá havido um ou outro dia em que fui para a cama e estive toda a noite à espera que amanhecêsse para ir correr. Nessa situação talvez não tivesse sido má ideia ir correr à meia-noite.

Um grande abraço

José Alberto

Vitor Dias said...

Viva Miguel

Gabo-te a força de vontade. Também já fui à noite mas não tão tarde. Quando a vontade é muita é mesmo assim. Hoje cheguei a ter receio do que poderia acontecer. O vento era tanto e caiam tantos ramos das árvores que foi uma sorte ter chegado a casa ileso. Mas depois de um bom jantar, estar a ouvir o vento lá fora e a lareira a crepitar...

Continuação de bons treinos.

1 abc

NS said...

Viva Miguel,

Correr à noite tem sido a opção que tenho previlegiado desde que voltei a correr. No meu caso foi a forma que encontrei para minimizar o tempo roubado à vida familiar.

Obviamente não é a mesma coisa de que treinar de manhã ou ao fim da tarde, principalmente por causa da recuperação pós-treino, mas mais vale isso que não treinar...

Ao fim de algum tempo o corpo habitua-se, e há que ver a coisa pelo lado positivo, nas S. Silvestres não estranhamos :-)

Continuação de bons treinos...de manhã, à tarde ou à noite, o importante é que os kms se façam para a maratona!

Abraço,

NS

Novais said...

Viva Miguel
realmente é de gabar a tua força de vontade, estou completamente de acordo com o que o Vitor diz.
A essa hora eu não era capaz de correr, mas apesar de treinar praticamente sempre de manhã eu gosto mais de o fazer ao fim da tarde, mas compreendo que na falta de tempo para o fazer em horas normais,isso podesse acontecer mas mais lá para frente, quando o calor aperta.
Abraço

MPaiva said...

José Alberto,
Ao domingo costumo começar a correr entre as 07.30h e as 08.00h mas, confesso, custa-me um bocadito sair da cama! Por isso, custa-me menos ir correr à noite embora isso traga alguns custos no dia seguinte caso acabe tão tarde como aconteceu na terça-feira.

abraço e boas corridas!
MPaiva

MPaiva said...

Vitor,
Todos temos boas desculpas para não fazer as coisas que, no fundo, não temos muita vontade de fazer. Agora, quando as queremos fazer e elas dependem apenas de nós, não há nada que nos possa parar. Isso vale para mim, vale para ti e vale para qualquer pessoa!
Quanto à tempestade, é verdade que sofri um pouco e até acabei por ver o mar a chegar à Avenida dos Banhos na Póvoa de Varzim, uma coisa muito rara!

abraço
MPaiva

MPaiva said...

Nuno,
Treinar à noite praticamente nunca é uma opção. É, antes, um recurso de quem não tem melhores alternativas.
Se pudesse escolher a altura para correr seria sempre ao final da tarde, mas essa é uma altura do dia praticamente impossível para mim.

abraço
MPaiva

MPaiva said...

Novais,

O que é preciso é força de vontade e tudo se resolve.
Nesta altura do ano sentimos os efeitos adversos do clima pelo lado do frio, da chuva e do vento forte. No verão é o sol e o calor. O que nos safa é que, em cada época, conseguimos fintar as dificuldades e nunca parar!

abraço
MPaiva

 
Free counter and web stats