Thursday, 19 February 2009

Tragédia

Um trágico acontecimento que nos roubou uma atleta de eleição.

4 comments:

Carlos Lopes said...

Ola Paiva

o problema é muitas vezes andarem a tomar medicação, depois tem esse problema.

Xampa said...

Acho estranho as mortes repentinas e sempre levo a crer que estão relacionada ao dopping.

joaquim adelino said...

É sempre triste a morte de alguém.
Era ainda uma mulher jóvem e uma grande campeã.
Ela ao longo da carreira e os títulos que ganhou deve ter sido muito controlada na luta contra o doping, pelo que não devemos antecipar cenários.
Um abraço

Anonymous said...

Recentemente também perdi um atleta subitamente. O atleta em quyestão tinha 20 anos, guarda redes de andebol e não tomava medicação, muito menos para aumentar o rendimento desportivo.

Tadeu

Jobra

 
Free counter and web stats