Tuesday, 25 November 2008

Treino sozinho/acompanhado

Por circunstâncias que derivam da minha reduzida disponibilidade de tempo para treinar, acabo por fazê-lo, quase sempre, a solo. Há pessoas que se queixam bastante da menor motivação neste tipo de circunstâncias, mas, da minha parte, não o faço. Já me habituei à situação e acabo por manter uma rotina que não vacila perante a falta de companhia.
A única excepção a esta regra são os os treinos de Domingo (os mais longos), que efectuo, praticamente sempre, na companhia do meu amigo João Ferreira. Tendo nós ritmos bastante semelhantes e o interesse em correr à mesma hora (sempre às 08.00h), o treino acaba por ser bastante agradável, pois sempre vamos conversando, o que ajuda a que o tempo passe quase sem darmos por isso.

No Domingo passado tivemos a sorte de ter um treino ainda melhor. É que nos juntamos ao categorizado maratonista Baltazar Sousa (3º português na recente Maratona do Porto, com 2h27m!), tendo feito um treino fantástico. Partindo do parque de estacionamento do hipermercado Feira Nova na Póvoa de Varzim, fomos atè à EN 206, passando Touguinha, Touguinhó, Rio Mau, onde infletimos para Rates, subindo uma dura montanha até passar pelas instalações do Campo de Tiro, seguindo depois até Terroso, onde entramos na antiga estrada Póvoa/Barcelos, após o que apanhamos o novo arruamento que liga a Póvoa de Varzim a Vila do Conde, a Avenida 25 de Abril, tendo chegado novamente ao local de partida com cerca de 20 Km percorridos!
Foi um treino que combinou terreno plano com montanha de alguma dureza, que incluiu estrada sem grandes condições para correr (EN sem bermas...) e vias secundárias de escasso movimento e rodeadas de floresta e, finalmente, durante o qual imprimimos um ritmo razoável (acabamos com 1h31m).
Para além de tudo, foi um belo encontro de amigos que gostam de corrida, ingrediente que, se mais não fosse, já era suficiente para tornar aquele num domingo especial!

4 comments:

luis mota said...

A companhia é muito boa no treino. Ontem tive comigo toda a família a efectuar o treino para a Maratona (este foi de recuperação).
Com frio, de noite lá fomos os quatro a bom ritmo.
Luís Mota

joaquim adelino said...

Amigo MPaiva
É muito motivante treinar com os amigos quando se pode. A vida quando nos permite fazer alguma das coisas de que mais gostamos não podemos pensar duas vezes, mesmo que isso nos atire para as 8 horas da manhã. E que motivante deverá ser treinar com um amigo que realizou esse excelente tempo na Maratona do Porto. A humildade marcou aí certamente muitos pontos. Parabens para ele.
Receba um abraço e até Tomar.

Mark Velhote said...

Também já me habituei a treinar sozinho, mas a minha principal dificuldade é mesmo...levantar cedo...

Um dia destes (e caso mo permitam é claro) junto-me a vocês num desses treinos longos de domingo!

Abraço

runningirl said...

Amigo virtual,

Eu ja treinei muito sozinha e na verdade não gost muito. Tenho a sorte de pertencer a um grupo de corridas com muitos membros e tambem tenho um companeiro de corrida. Mais ha ocasiões em que tenho que treinar sozinha. Então coloco uma boa musica no I-Pode e vou em frente. Nada me para.

A minha maior dificuldade e treinar quando esta nevando e com muito frio. Mais vou....

abraços,

 
Free counter and web stats